Absurdo! Em meio a pandemia, Deputados de Brasília aprovam plano de saúde vitalício aos ex-deputados e família

Os novos regulamentos ampliam as contribuições dos beneficiários ao Fundo de Assistência à Saúde da Casa. De acordo com a aprovação, terá direito ao benefício vitalício portador de deficiência, irmão, filho e enteado, cônjuge ou companheiro.

As emendas aprovadas no projeto envolvem alterações nos métodos de financiamento acordados.

A Câmara da Assembléia Legislativa do Distrito Federal aprovou um projeto nesta quarta-feira (20), que será estendido aos planos de saúde ao longo da vida de ex-conselheiros distritais e familiares.

O plano de saúde é da própria Câmara e prestava atendimento para até 2 anos a ex-parlamentares. A medida foi aprovada por 16 dos 24 votos, passou o plano para vitalício.

A emenda que trata à respeito de mudar o plano para vitalício o plano de saúde foi parar na mesa da Câmara Distrital em um projeto que trata quanto a mudanças do custo e forma de financiamento do convênio.

Os novos regulamentos ampliam as contribuições dos beneficiários ao Fundo de Assistência à Saúde da Casa. De acordo com a aprovação, terá direito ao benefício vitalício portador de deficiência, irmão, filho e enteado, cônjuge ou companheiro.

Alguns deputados protestaram à respeito, logo após a votação, alegando que não tiveram acesso ao texto apresentado. O projeto foi adiado por algumas vezes, mas em plena crise na saúde devido a sobrecarga provocada pela pandemia do novo coronavírus, voltou à se destacar em pauta de sessão que tratava outros interesses.

O plano é mantido por 6% do dinheiro da Câmara para custear “pessoal e encargos sociais”. Um valor que chega a R$39 milhões em 2020, sem contar as contribuições dos beneficiários.

Para que seja garantido o direito ao plano vitalício, o deputado assim que deixar seu mandato, terá que ter contribuído no mínimo por 2 anos. Servidores de cargo comissionado poderão continuar se beneficiando do plano médico por até 1 ano após deixar seu cargo.

Após as críticas, quatro Deputados de Brasília fizeram nesta quinta-feira (21) um pedido para que seja revista a sessão cuja qual fez a aprovação do projeto decido por alguns.

Em meio ao caos da saúde pública e em silêncio, ex-deputados e familiares serão beneficiados de maneira vitalícia do plano de saúde da própria Câmara.

PUBLICIDADE

Escrito por News Report

Colunista de notícias, visando levar a informação à leitores diversos, através da internet, mídias sociais, redator de plataforma em diversos assuntos.