Bolsonaro inclui atividades religiosas entre áreas essenciais e gera repercussão durante calamidade

O presidente resolveu editar o decreto que versa sobre atividades essenciais durante a pandemia

Com a onda de contaminação pelo Coronavírus, o presidente do Brasil vem sofrendo fortes críticas da oposição, e em alguns momentos até mesmo de sua própria base aliada. Tendo em vista, falas que nem sempre são bem aceitas pela população em geral. O que acaba desgastando a relação do governo brasileiro com seus eleitores.

A verdade é que tudo que é dito por pessoas ligadas ao governo, possui uma grande repercussão. Sem contar às falas que também costumam ser distorcidas para uma forma mais dura. O que só piorou com o pronunciamento feito por Bolsonaro na noite do dia 24, deste mês de março.

Como se não bastasse o discurso, o governo ainda deu mais “munição” para as pessoas contrárias ao presidente. No momento em que Bolsonaro resolveu alterar o decreto que versa sobre os setores essenciais durante esse tempo de calamidade. Sendo algumas inclusões consideradas um tanto quanto polêmicas.

Um dos pontos mais discutidos foi à inclusão das atividades religiosas, que por sinal enfrenta resistência por muitas pessoas. Porém, as mesmas já fazem parte da lista e agora seu funcionamento está regulado pelo Ministério da Saúde. Contudo a orientação é que se evitem cultos e missas, devido à grande aglomeração de pessoas.

A iniciativa foi considerada importante por muitos líderes religiosos. Pois mesmo que não tenha a realização de cerimônias religiosas, as pessoas podem encontrar as igrejas abertas e realizarem suas orações de modo individual.

Além das atividades religiosas, outros setores também se beneficiaram das mudanças e assim tiveram suas funções designadas na citada lista do decreto. Como podemos destacar o caso das loterias e também de empresas ligadas ao setor financeiro e de produtivos.

Sem contar atividades ligadas aos profissionais da saúde e também de pesquisas, que por sinal são de suma importância em um momento tão delicado como este.

 

Escrito por Renan Mazzini Demarque

Colunista de notícias dedicado a TV e Famosos, esporte, saúde, curiosidades, bem estar, culinária, entre muitas outras coisas.