Caso da Youtuber agredida: Delegada volta atrás e diz que ataque não foi homofóbico, veja o que realmente aconteceu

Funcionários do quiosque foram ouvidos e fez com que Delegada do caso alterasse o rumo das investigações

Após as matérias publicadas em referencia há um possível caso de homofobia acontecido no domingo passado (15) em uma praia da Barra da Tijuca, na cidade do Rio de Janeiro. O caso ganhou grande repercussão.

Fato é que uma Youtuber foi agredida a socos e ponta pés, enquanto estava em um quiosque da referida praia. A garota é bastante conhecida devido a seu engajamento nas redes sociais, inclusive por ser defensora ferrenha da família Bolsonaro.

A Youtuber atende pelo nome de Karol Eller e teria dito a polícia no dia da agressão, que a mesma aconteceu devido a sua opção sexual. O que configuraria um caso de homofobia.

Escrito por Renan Mazzini Demarque

Colunista de notícias dedicado a TV e Famosos, esporte, saúde, curiosidades, bem estar, culinária, entre muitas outras coisas.