Caso da Youtuber agredida: Delegada volta atrás e diz que ataque não foi homofóbico, veja o que realmente aconteceu

E esse foi o entendimento primário da Delegada responsável pelo caso, a Doutora Adriana Belém, de que o fato se configurou tipicamente um crime de homofobia. Entretanto, funcionários do quiosque foram intimados para comparecer a delegacia com o intuito de prestar depoimento, para assim dar seguimento às investigações. Foi então que devido aos relatos das testemunhas presentes, a delegada mudou de opinião e viu que não se tratava de um crime de homofobia.

Escrito por Renan Mazzini Demarque

Colunista de notícias dedicado a TV e Famosos, esporte, saúde, curiosidades, bem estar, culinária, entre muitas outras coisas.