Comercial d’O Boticário causa polêmica e é acusado de machismo

A propaganda em questão rendeu até mesmo algumas reclamações para o Conar

Recentemente, a rede de comésticos O Boticário esteve no centro de uma grande polêmica de âmbito nacional. A polêmica em questão está atrelada ao comercial Linda Ex, responsável por mostrar a história de alguns casais que estavam em processo de separação.

Quando a peça publicitária foi veiculada, rapidamente, ela ganhou a alcunha de machista nas redes sociais. Entretanto, no extremo oposto, algumas pessoas também consideraram a propaganda como algo capaz de proporcionar empoderamento. Dessa forma, coube ao Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) avaliar o conteúdo em questão.

O Conar é responsável por regulamentar a publicidade no território nacional. Dessa maneira, o órgão em questão notificou que deu inicio ao processo em questão após receber uma série de denúncias feitas por clientes, tanto homens quanto mulheres, reclamando a respeito da propaganda e pedindo que ela fosse retirada do ar.

A respeito do conteúdo das reclamações em questão, é possível destacar que três delas estavam vinculadas à ideia de que a propaganda d’O Boticário perpetuava e reforçava estereótipos machistas.

A propaganda em questão foi elaborada pela AlmapBBDO. Na peça publicitária em questão eram mostrados três casais que estavam se divorciando. Os casais em questão compartilhavam as situações que levaram ao fim do relacionamento. Assim, a marca tentava tornar as mulheres ainda mais bonitas para passarem por essa situação. Ao fim do comercial, era possível ver o espanto dos ex-maridos presentes na peça publicitária.

É possível destacar ainda que a campanha em questão possuía o tema “Acredite na beleza”. Depois de ser censurada na TV, após as reclamações enviadas ao Conar, ela acabou não sendo divulgada por muito tempo em qualquer outro tipo de mídia. Entretanto, os internautas que conseguiram ver o comercial em questão e tiveram acesso à polêmica, acabaram compartilhando o conteúdo em suas redes sociais.

Entre os compartilhamentos em questão, uma internatua destacava em seus texto que a propaganda em questão era machista e colocava a culpa pelo fim de um casamento exclusivamente na mulher. Posteriormente, a autora do texto destacava que considerava esse tipo de postura lamentável por parte de uma empresa como O Boticário e afirmava que a peça publicitária desejava transmitir a mensagem oculta de que as mulheres somente passam a se maquiar para agradar a um homem.

 

Escrito por Redator Seguindo News

Escrevo sobre os mais diversos temas. Prezo pela parceria com os publishers. Os divulgadores que precisam de matérias específicas podem solicitar.