Governo diz qual punição será dada para aqueles que receberam o auxílio emergencial indevidamente

Todos que receberam o auxílio emergencial indevidamente poderão sofrer com punições.

Por conta da pandemia do Coronavírus, muitas famílias tiveram suas rendas afetadas. O vírus se espalha com extrema facilidade. Uma das medidas para evitar que isso aconteça é a quarentena e o isolamento social. Isso diminuiu o número de pessoas que circulam nas ruas, afetando principalmente, os trabalhadores informais. O governo Brasileiro, percebendo essa situação, decidiu criar um benefício de 600 reais para todas as famílias de renda baixa do país. Muitos estão colocando comida na mesa apenas com esse dinheiro creditado.

Entretanto, apesar do auxílio ser destinado para aqueles que realmente precisam, o Governo se deu conta de que muitos que não se encaixavam nos requisitos estavam recebendo o dinheiro. Devido a isso, o Governo criou um site para que essas pessoas possam servir com o seu dever a nação e devolver a quantia recebida.

O site foi disponibilizado vinculado ao link do Ministério da Cidadania, existe uma opção de retornar o dinheiro para os cofres públicos, para todos aqueles que receberam o dinheiro indevidamente, basta se cadastrar através da internet, fornecendo o número de CPF, a partir disso, o site gera um boleto com código de barras que pode ser facilmente pago.

Para realizar o pagamento, é necessário ir até uma lotérica ou banco. Para aqueles que possuem recursos, é possível pagar através do celular utilizando do internet banking.

Foi noticiado que diversos militares receberam o auxílio sem precisarem do dinheiro. Além deles, tiveram relatos de pensionistas, pessoas que trabalham com carteira assinada ou aqueles que possuem uma renda familiar superior ao estipulado nos requisitos.

Punição para quem não devolver o dinheiro 

O Portal do Controle, da Integridade e da Transparência irá divulgar o nome de todos que receberam o benefício, filtrando por município. Devido a isso, os empregadores poderão ver quem de seus funcionários receberam o auxílio e poderão tomar as devidas medidas, incluindo o desconto dos 600 reais no salário do trabalhador, para que o dinheiro seja devolvido aos cofres da união.

Para os militares que não devolverem o dinheiro, já foi anunciado que a quantia será descontada do salário do próximo mês.

PUBLICIDADE

Escrito por Juliana Gomes De Souza

Colunista de notícias sobre diversos assuntos. Apaixonada por literatura e a arte da escrita. Escrevo sobre tudo que envolve o mundo do entretenimento, além de falar das principais noticias sobre o dia a dia.