Homem suspeito de divulgar imagens de mulher em motel é desmascarado

Ele chegou a agredir a mulher e ela gritou tanto que os funcionários foram até o quarto ver o que estava acontecendo.

Um homem com dupla cidadania foi preso neste último sábado (21), pela Polícia Civil do Rio de Janeiro, ele é acusado de ir com a ex-mulher a um motel e agredi-la, além de gravar tudo e depois divulgar na internet através de um aplicativo de mensagens.

A mulher teria sido mantida em cárcere privado no motel que fica na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, inclusive ela foi obrigada a revelar a senha de seu celular para que o sujeito tivesse acesso a todos os seus dados.

O homem gravou as agressões contra a vítima e chegou a dizer que ela trabalhava como garota de programa.

Quando esse caso foi registrado na Delegacia da Barra da Tijuca, a Justiça determinou que a mulher passaria a contar com medidas protetivas, mas depois de alguns dias ela voltou a ser ameaçada e ficou em choque com as publicações que viu nas redes sociais.

Desesperada, a mulher decidiu mudar para outro endereço. A delegada acredita que o homem só não matou a vítima porque funcionários do motel o impediram a tempo. Ele chegou a fugir pulando uma das janelas, mas acabou sendo preso.

O celular da mulher estava na casa do sujeito que a agrediu, mas ele tinha outro dispositivo que era usado para fazer as ameaças. O caso continuará sendo investigado e a vítima espera que finalmente possa viver em paz.

 

Via: uol.com.br

Escrito por Russel Morais

Escrevo notícias sobre o mundo dos famosos, os últimos acontecimentos do Brasil e no mundo, além de curiosidades, dicas, economia, tecnologia.