Idosa que foi assassinada pelo filho com marteladas, foi atacada pelas costas depois de entregar o lanche para ele, diz MP

Segundo as informações da polícia, o suspeito de 35 anos teria telefonado para a tia e confessado o crime.

Segundo o que consta na denuncia do MP, Alzira Pinto de 74 anos, foi atacada por trás com vinte golpes de martelo na cabeça, feitos pelo filho, após entregar um lanche.

O crime foi registrado a 8 de outubro no bairro Nova Iorque, em Araçatuba. O suspeito Aqueharu Yamaguchi, foi detido após dois dias de ter tirado a vida da mae. Sendo denunciado por homicídio qualificado.

Segundo a denúncia, o suspeito vivia com a idosa. Sendo usuário de drogas, Alzira teria vários desentendimentos com o filho, incluindo, que a vítima já o teria agredido quatro dias antes do crime, em frente aos amigos, o que deu motivos para ele cometer o crime.

Já no dia que ocorreu o crime, a vítima teria entrado em casa, com um lanche que tinha comprado para o filho. Logo que a mãe,foi trocar de roupa, ele se aproximou e em instantes a feriu com duas marteladas na cabeça, uma vez que se encontrava de costas sem ter como se defender.

Ainda na mesma denúncia, a mãe teria caído no chão, e chegou a pedir ao filho para não a agredir mais, mas o homem segurou a idosa pelo pescoço , e deu mais vinte e três golpes de martelo.

Depois de ter cometido o crime, o filho foi tomar banho, e roubou o dinheiro da idosa e fugiu no veículo da mãe. Alzira não resistiu e acabou por falecer ainda no local.

Ás autoridades, os parentes da vítima contaram que o suspeito fez uma ligação para uma tia, onde confessou que matou a mãe. Já um sobrinho da idosa, se deslocou até à residencia, forcou a entrada e achou a vítima caída no chão. Em cima da cama, estava o martelo quebrado ao meio usado para matar a idosa.

De imediato, deu inicio a uma investigação e realizadas as buscas para encontrar o suspeito. Acabando por ser detido no interior de uma residencia, depois dos policiais terem achado o veículo a mãe, estacionado numa zona habitada.

Após a detenção, foi levado para a delegacia, onde já prestou as declarações ao delegado. O suspeito continua a disposição da Justiça, num presídio da região noroeste paulista.

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!