Igreja Católica investiga caso de freiras que voltaram grávidas de missão evangelística

Uma das religiosas é madre superiora. As duas participavam de uma missão na África.

Na religião católica, a jovem  que quiser se tornar uma freira terá que abrir mão da vida secular, não poderá ter nenhum envolvimento amoroso, abrindo mão inclusive  de seu casar, ela terá que renunciar sua própria vontade para viver em um convento e se dedicar a missão religiosa.

A freira poderá se tornar uma madre, que é a categoria mais elevada num convento, por isso, elas são chamadas de madre superiora.

As freiras vivem em conjunto, andam no mínimo em duplas e são obrigadas a cumprirem um conjunto de regras entre quais, renuncias, abnegações, desapegos de bens materiais e voto de castidade.

Enfim, a religiosa terá que se manter em santidade, mas um caso vem chamando a atenção dos internautas na última semana quando os noticiários deram conta de que a igreja Católica vem investigando a gravidez de duas madres.

O caso que deixou todos os moradores da região estarrecidos e em choque, ao descobrirem que as duas madres enviadas uma missão de caridade na África, retornaram grávidas.

Segundo a igreja, as duas madres que não foram identificadas, são da África. E foram levadas ara morar na Silicila, na Itália.

Umas das religiosas tem 34 anos de idade, e descobriu que estava gravida depois de ir ao hospital por reclamar de fortes dores fortes na região do abdome.

Ela que sempre viveu no convento da Sicília,  foi então transferida para Palermo, onde deverá ficar até que a criança nasça.

O prefeito de Militello, senhor Salvatore Riottah, disse que a noticia deixou todos os moradores chocados e que eles deveriam ter guardado segredo para não causar polemicas.

A outra grávida é uma madre superiora, que voltou ao país de origem ao descobrir que estava grávida, porém não foram dados maiores detalhes de como tudo isso aconteceu.

Em um comunicado, emitido em meados deste mesmo ano, o Papa Francisco afirmou que lamentavelmente muitas freiras e madres têm sido abusadas  durante suas missões

Escrito por Redatora Rn

Escritora desde 2012, antenada nas redes sociais, por dentro das novidades. Sempre estudando e buscando o melhor para transmitir nas mídias.