Jô Soares pública crítica chamando Bolsonaro de “rei dos animais”

O jornalista escreveu uma carta para o presidente, que foi publicada pela Folha de São Paulo

No último domingo (10), foi publicada pela Folha de São Paulo uma carta escrita pelo jornalista Jô Soares e endereçada ao presidente da República Jair Bolsonaro.

Na carta em questão, Jô debochava das afirmações feitas por Bolsonaro nas redes sociais, uma vez que o presidente se comparou a um leão atacado por hienas.

Nesse sentido, é possível afirmar que Jô Soares concordava com a afirmação do presidente, mas não de uma maneira que poderia agradar a Jair Bolsonaro, visto que ele se aproveitava o fato de que o governante máximo do Brasil se intitulava um leão para declara-lo como “rei dos animais”, fazendo referência à pouca inteligência do eleitorado de Bolsonaro.

Essa não é a primeira ocasião em que Jô satiriza Bolsonaro e sua família em um texto. Ainda no mês de julho, o jornalista publicou uma sátira criticando a indicação de Eduardo Bolsonaro para a embaixada dos Estados Unidos.

Na carta em questão, Jô usava de um francês meio abrasileirado para fazer piada com a falta de habilidade de Eduardo com a língua inglesa.

Sobre o texto publicado pela Folha de São Paulo, é possível destacar que ele contava com uma frase em latim perguntando por quanto tempo Bolsonaro ainda testaria a paciência do povo brasileiro.

Também é válido citar que durante a crítica em questão Jô Soares comentou a respeito do envolvimento de Jair Bolsonaro e sua família nos assassinatos de Marielle Franco e Anderson Gomes. Em tom de ironia, o jornalista destacava que queriam culpar Bolsonaro por viver no mesmo local em que Ronnie Lessa, um dos suspeitos do crime.

Por fim, o texto também fazia referência ao vídeo do qual foi retirada a citação sobre leões e hienas. A filmagem foi postada por Bolsonaro nas redes sociais, mas excluída depois em decorrência da má repercussão da foto.

 

Escrito por Redator Seguindo News

Escrevo sobre os mais diversos temas. Prezo pela parceria com os publishers. Os divulgadores que precisam de matérias específicas podem solicitar.