Jovem morre após ingerir cerveja com energético em bar no Paraná

Atualmente há a sensação de que a maldade se multiplica e de formas diferentes, portanto, todo cuidado ao sair para se divertir. Uma balada inocente pode resultar num fim trágico. Os sentidos devem estar todos aguçados e o conhecimento sobre esses fatos é fundamental para se evitar possíveis finais como o da jovem do artigo.

Isabella Bueno, uma jovem de apenas 19 anos morreu nesse domingo (3) depois de ter sofrido uma parada cardíaca, em Londrina. A jovem estava em um bar com amigos.

Os familiares da moça informaram que ela começou a passar mal logo depois de beber energéticos e cerveja.

Isabella se divertia reunida em um bares com amigos, tomava cerveja com energético quando, subitamente, começou a passar mal e os amigos chamaram o SAMU.

Os socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência tentaram de todas as maneiras reanimar a moça, mas infelizmente a jovem não resistiu e morreu no local.

Segundo um primo da garota, a família havia descoberto tempos atrás uma arritmia cardíaca, mas à época os médicos afirmaram que não havia qualquer motivo para preocupação porque não era nada grave.

A polícia trabalha com a hipótese de assassinato, ou seja, com a possibilidade de que havia algo a mais na bebida da moça. Apenas após exames de peritos essa hipótese vai ser confirmada ou descartada e a causa da morte será divulgada.

Como Evitar Bebidas Batizadas

Muitas história de bebidas batizadas (quando alguém coloca alguma substância na bebida de outra pessoa para se obter o resultado que deseja) são verdadeiras.

A intenção de quem faz algo assim é a de realizar um assédio sexual, um roubo, e até mesmo em alguns casos pode ser uma tentativa de sabotar atletas antes de um jogo. Para evitar que algo assim aconteça, há abaixo uma lista de comportamentos que podem salvar a sua vida.

  1. Fique próximo ao serviço de bebidas.
  2. Prefira garrafas ou latas lacradas ao invés de bebidas em copo.
  3. Tampe a sua bebida.
  4. Sempre fique de olho na sua bebida.
  5. Aceite bebidas apenas de pessoas que conhece.
  6. Evite bebidas compartilhadas
  7. Procure sinais óbvios de que a bebida foi adulterada.

Escrito por Telma Myrbach

Colunista de notícias e fatos sobre famosos, entretenimento e o que se relaciona à mulher e seus direitos e deveres, bem como maternidade