Lula fala sobre renda prometida pelo governo aos trabalhadores autônomos

O ex-presidente enfatiza a importância do dinheiro para que essas pessoas possam se manter nessa quarentena e pede agilidade

Recentemente, foi decidido pelo governo e já aprovado que os trabalhadores autônomos e donos de microempresas irão receber, nesse período da quarentena, R$600 por três meses, o que vai ajudar um pouco as famílias a manterem a dispensa de casa enquanto precisam ficar dentro de casa, sem trabalhar.

Com o atual estado do nosso país, e também em muitos outros países, por conta da pandemia do Covid-19, foi decretada uma quarentena, para impedir a disseminação do vírus, impedindo assim que aumente drasticamente o número de casos e de mortos no mundo.

O ex-presidente da república, Luiz Inácio da Silva, Lula, se pronunciou sobre a decisão do governo, e disse que estava demorando muito para o dinheiro ser liberado para os trabalhadores, e que se o prazo continuasse se estendo, não sobraria alternativas para as pessoas, a não ser sair de casa e trabalhar para se sustentarem.

O projeto foi aprovado na última segunda-feira, 30 de março, mas ainda aguarda a sanção do presidente, Bolsonaro, para que o dinheiro possa, enfim, ser liberado aos trabalhadores.

Esse auxílio é destinado apenas à essas pessoas, uma vez que elas precisam sair de casa para garantir o dinheiro a cada dia. Trabalhadores de empresas e comércios não possuirão auxílio.

Empresas foram fechadas e comércios também, porém já fora revogado o projeto que anularia o salário por 4 meses.

Lula enfatiza que ‘a fome tem pressa’, e que por isso o auxílio deveria ser liberado o quanto antes.

‘’O Senado já aprovou o #SeguroQuarentena. Agora queremos saber quando o povo vai receber esse dinheiro…Para que as pessoas fiquem em casa o Estado tem que bancar’’, publicou o ex-presidente em suas redes sociais após ser divulgado o auxílio.

 

 

Escrito por Redator Seguindo News

Escrevo sobre os mais diversos temas. Prezo pela parceria com os publishers. Os divulgadores que precisam de matérias específicas podem solicitar.