Lula pede agilidade do governo na liberação do dinheiro para trabalhadores autônomos

O ex-presidente da república se manifestou a respeito da decisão, falando sobre a demora para a liberação do dinheiro aos trabalhadores

Após ser revogado o projeto de lei que iria suspender o salário por 4 meses no Brasil, durante a crise em meio à pandemia, o atual presidente da república, Jair Bolsonaro se pronunciou sobre uma auxílio que seria liberado para os trabalhadores autônomos, com o valor de R$600 reais mensais, durante o período de um trimestre.

O auxílio foi aprovado na semana passada, e o ex- presidente, Luiz Inácio da Silva, Lula, se pronunciou, cobrando a agilidade do governo da liberação do dinheiro para os trabalhadores, alegando que eles não poderiam ficar esperando.

‘’A única forma do povo se defender do coronavírus é ficando em casa (…) A fome tem pressa. E a única forma é o povo receber logo esse dinheiro’’, publicou Lula em sua conta pessoal no Twitter.

Lula chegou a enfatizar o fato de que, caso o dinheiro demorasse chegar nas mãos dos trabalhadores, eles teriam que sair de casa para consegui-lo, e que por isso o governo deveria ser mais ágil.

A data de aprovação desse projeto foi na última segunda-feira, 30 de março, mas ainda é aguardado a sanção do presidente .

Todo o governo federal ainda está analisando os meios para o pagamentos dos recursos.

A pressa para o recebimento se dá pelo fato de que os trabalhadores estão em casa há alguns dias, o que não os garante um salário, uma vez que recebem diariamente, pelo o que produzem, e por esse motivo o recurso foi criado.

A decisão da suspensão do salário fora revogada após a enorme repercussão negativa que o projeto de lei teve, o que acabou pelo cancelamento do mesmo, onde o presidente, Jair Bolsonaro, se posicionou, dizendo que o mesmo havia sido revogado.

 

 

Escrito por Redator Seguindo News

Escrevo sobre os mais diversos temas. Prezo pela parceria com os publishers. Os divulgadores que precisam de matérias específicas podem solicitar.