Mãe é presa por estuprar e afogar a filha de 5 meses no banho: ‘Saiu com a criança morta no carrinho’, diz polícia

Uma mulher de apenas 21 anos foi detida pela polícia em flagrante delito depois ter praticado estupro de vulnerável e tirado a vida de sua própria filha que tinha apenas 5 meses de vida. O delito ocorreu na neste última terça-feira (22). O fato foi registrado em Campo Grande, na Vila Bandeirante.

A mãe estava dando banho na própria filha quando a violentou e a matou. A delegada pela investigação é Fernanda Piovano. Segundo uma publicação feita pelo G1, Fernanda Piovano afirmou que quem descobriu as lesões na bebê foi um médico de plantão na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que fica localizada na Vila Leblon e na sequência acionou as autoridades. Quando a polícia iniciou a investigação eles conseguiram descobrir que a mãe da criança colocou sua filha já sem vida no carrinho e logo após tomou a decisão de ir até à casa de uma amiga.

A conhecida achou estranho o fato de uma bebê ficar quieta por tanto tempo e ao averiguar percebeu que ela estava morta. Em seguida ela decidiu levar às duas para a Upa Leblon. Entretanto, por mais que ela tenha dado entrada às 22h (horário de Mato Grosso do Sul), a bebê faleceu bem antes deste horário. Sendo assim a neném será submetida ao exame necroscópico.

Ainda segundo a publicação do portal G1, a amiga da suspeita já prestou depoimento aos policiais. A suspeita possui outros dois filhos e confessou ter cometido tal crime. Quando a suspeita foi questionada sobre as lesões na genital da criança, ela decidiu ficar em silêncio. A mãe não tinha passagem pela polícia.

Escrito por Redator Seguindo News

Escrevo sobre os mais diversos temas. Prezo pela parceria com os publishers. Os divulgadores que precisam de matérias específicas podem solicitar.