Mãe sai para namorar, deixa 2 bebês com uma criança de 12 anos por mais de um dia e casa pega fogo

Mãe deixa os bebês sozinhos com uma criança de 12 anos por 33 horas e a casa pega fogo em sua ausência

Na data de ontem (27), os documentos de uma investigação foram divulgados para a imprensa na Austrália. Trata-se de um caso ocorrido em março deste ano, em que uma mãe deixa seus dois bebês, uma criança de 1 ano de idade e um menino de 4 meses aos cuidados de uma menina de apenas 12 anos e sai para namorar num sábado à noite, ausentando-se por 33 horas.

Os autos dão conta de que a mãe confessou para a polícia que deixou os filhos sozinhos no sábado, por volta das 21 horas e retornou apenas na segunda-feira, as 6 da manhã. Ainda de acordo com a mãe, ela pediu a uma vizinha para ficar de olho na crianças, mas o pior aconteceu.

A menina de 12 anos era a única “responsável” pelos pequenos, tendo que cuidar de ambos e preparar a alimentação, além do banho, troca de fraldas, por para dormir e tudo o mais que envolve a maternidade.

Os documentos relatam o seguinte:

“O que aconteceu foi o resultado de uma menina de 12 anos ter sido a responsável por cuidar de uma criança de quase dois anos e outra de quatro meses! A menina tinha que cozinhar, limpar e cuidar dos dois irmãos mais novos, isso incluía alimentar e trocar as fraldas dos irmãozinhos”.

No domingo a noite, por volta das 22h30 a menina de 12 anos foi cozinhar e enquanto esperava que a comida ficasse pronta, foi checar os irmãozinhos e deitou-se com eles. Ela acabou pegando no sono e o fogo continuou aceso. Por volta das 2 da manhã a cozinha pegou fogo; foi quando tocou o alarme de incêndio e os vizinhos chamaram os bombeiros que chegaram para controlar o fogo, enquanto que a polícia tentava localizar a mãe que não atendia às ligações de celular.

Julgada e condenada por negligência, a mãe pegou uma pena de 20 meses de prisão.

“No que só pode ser descrito como uma atitude extremamente egoísta, ela deixou os três filhos sozinhos na casa para ficar com o novo namorado por quase dois dias!”, disse o juiz durante o julgamento.

 

Escrito por Telma Myrbach

Colunista de notícias e fatos sobre famosos, entretenimento e o que se relaciona à mulher e seus direitos e deveres, bem como maternidade