Menina que foi violentada sexualmente por anos, engravidou aos 13 e acabou morrendo de Covid-19

A Polícia Civil está investigando o caso, mas não tem dúvida que ela foi abusada pelo menos por 4 anos.

A morte de uma menina de 13 anos está sendo investigada pela Polícia Civil do Pará, pois existe a suspeita de que ela foi abusada por quatro anos, engravidou aos 13 e acabou vindo a óbito vítima da Covid-19.

Segundo os investigadores, um homem de 40 anos é o provável criminoso que vinha abusando da garota. O Conselho Tutelar já recebeu várias denúncias e descobriu que os dois estavam morando juntos e a menina era constantemente agredida física e psicologicamente.

Ricardo Kael, conselheiro tutelar na cidade de Uruará, informou que a menina foi levada para o Hospital Municipal no último sábado por volta das 9 horas, ela foi atendida pela equipe médica e os sintomas eram de Covid-19.

A paciente foi transferida para o Hospital Municipal de Medicilândia, mas continuo reclamando de dor de cabeça muito forte, estava com febre e ficou internada, mas no final da tarde acabou falecendo.

Walyson Damasceno, delegado responsável pelo caso, disse que está investigando o caso, já que ter relações com menor de 14 anos é crime, independente se houve ou não consentimento por parte da menina.

A polícia já começou a analisar os prontuários médicos e também ouvirá algumas testemunhas. Nas redes sociais é possível encontrar foto da menina com o homem, inclusive há registros deles se beijando, sendo que o status indicava ‘casados’.

Quando a menina foi levada ao hospital, estava acompanhada de uma mulher que dizia ser sua avó e também de um homem que não se identificou, mas os dois foram embora antes do Conselho Tutelar enviar um representante.

 

Escrito por Russel Morais

Escrevo notícias sobre o mundo dos famosos, os últimos acontecimentos do Brasil e no mundo, além de curiosidades, dicas, economia, tecnologia.