Morre cantor após lutar contra doença grave; “Estamos de coração partido”

O cantor faleceu.

O cantor e compositor mexicano Jerry Demara morreu na segunda-feira (30 de novembro) aos 45 anos, após ter sido hospitalizado no fim de semana. Demara morreu de complicações decorrentes de COVID-19.

Com seu primeiro álbum , Brindemos,  Demara se tornou o primeiro artista a assinar com a Casa Nacional, selo regional mexicano da Nacional Records. O conjunto de seis faixas recebeu uma indicação ao Grammy Latino na categoria de melhor álbum da banda em 2018, quando ele também se apresentou com seu filho Gera Demara, assim como o também indicado Santiago Motorizado, na cerimônia de estreia do Grammy Latino.

Os títulos do compositor foram gravados por vários artistas, incluindo outro cantor mexicano regional Gerardo Ortiz, Cuja versão de Demara “Regresa Hermosa” alcançou a posição número 1 na Billboard s’Airplay regional mexicanográfico. Mais recentemente, Ortiz gravou “Callada”, de Demara, incluída em seu álbum Más Caro Que Ayer .

Nascida em Mexicali, Baja California, México, Demara também recebeu vários prêmios ASCAP pelas canções regionais mexicanas mais tocadas do ano. Jerry e seu filho Gera escreveram a faixa “Anímate y Verás”, o primeiro single da Playlist do álbum vencedor do Grammy Latino de 2020 de Chiquis .

Demara também escreveu faixas para Alejandra Guzmán, Germán Montero, Yahir, Original Banda El Limón, Edith Márquez, El Chapo de Sinaloa e La Arrolladora.

Confira abaixo um vídeo que mostra um pouco do trabalho do cantor:

Nas redes sociais, muitos se despediram.

“Nós estamos de coração partido em compartilhar que Jerry Demara faleceu. Ele foi um talentoso cantor, escrito e músico. Nossos sentimentos para a família”, escreveu um fã.

Escrito por Juliana Gomes De Souza

Colunista de notícias sobre diversos assuntos. Apaixonada por literatura e a arte da escrita. Escrevo sobre tudo que envolve o mundo do entretenimento, além de falar das principais noticias sobre o dia a dia.