Organização cristã pede por orações em sua visita a Salvador: “Cidade conhecida pela crença em demônios”

Navio da organização religiosa chegou a Salvador nesta quinta-feira (24)

A organização cristã conhecida como Good Books ForAll Ships (GBA Ships) que é responsável pelo navio Logos Hope, é conhecida como a maior livraria flutuante do mundo todo, publicou através de suas redes sociais uma mensagem direcionada aos seus seguidores.

Na mensagem a organização pedia para que seus seguidores realizarem orações. O pedido foi devido a uma viagem que eles realizariam para Salvador, capital da Bahia.

A publicação feita pela organização foi feita na última terça-feira (22). O navio agora desembarcou em Salvador nesta última quinta-feira (24). No texto, eles justificam o pedido para que fossem feitas orações devido ao fato de a cidade ser conhecida pelas crenças em demônios e espíritos.

Através da postagem, a organização pedia para que os seguidores rezassem para eles para que houvesse um embarque seguro e uma navegação tranquila de dois dias até Salvador. Eles ainda pediam por proteção, força e sabedoria para os tripulantes.

Eles ainda pediam para que rezassem para que a equipe de eventos que estava se preparando para um novo porto, e que Deus seja glorificado em todos os eventos que irão acontecer daqui para frente.

A postagem foi feita através do Facebook a organização e contou com mais de 100 comentários. Entre os comentários, baianos criticavam a postura da organização ao falar desta forma a respeito das pessoas da cidade.

Uma pessoa chegou até mesmo a comentar na publicação da organização desejando que “exú” os recebesse com toda sua sabedoria em Salvador, e pediu em seguida para que a entidade os protegesse do “satanás” que as pessoas da organização carregam em seus corações.

Outra pessoa chegou a comentar na página recomendado que eles não entrassem na Baía de Todos-os-Santos, por que Yemanjá não gosta de preconceito e intolerância. E que eles não poderiam garantir que o navio iria para outro local após isso.

Muitos baianos comentaram na publicação pedindo para que a organização não entrasse na Baía de Todos-os-Santos, e criticavam a postura da mensagem deixada por eles falando que o mundo não precisava de mais ignorância e desrespeito com as religiões alheias.

A publicação no entanto acabou sendo excluída por volta de 12h10 desta sexta-feira (25). A assessoria de imprensa da organização não deu nenhuma declaração a respeito do caso até o presente momento.

 

Escrito por Redator Seguindo News

Escrevo sobre os mais diversos temas. Prezo pela parceria com os publishers. Os divulgadores que precisam de matérias específicas podem solicitar.