Profissionais de saúde realizam cirurgia em gêmeas siamesas presas pelo tórax

O resultado da cirurgia infelizmente irá te comover.

Gêmeas siamesas não são um dos casos fáceis de se achar, já que é um caso bem perigoso e de chamar a atenção de todos.

O caso raro acabam atraindo a atenção das pessoas por muita das vezes os pacientes serem frágeis, outras por dividirem os mesmos órgãos; sendo assim, acaba deixando a cirurgia de separação bem perigosa e preocupante pela possibilidade do paciente vir à óbito.

Na última sexta-feira, dia 6 de novembro; no decorrer de uma cirurgia para separar gêmeas siamesas, os profissionais conseguiram separá-las; mas uma delas acabaram não resistindo e vieram a falecer depois de algumas horas da cirurgia. O caso aconteceu na Bahia, no estado de Salvador.

As gêmeas Maylla Gabriely e Aila vieram ao mundo dia 29 do mês passado, outubro. A cirurgia também foi realizada na mesma unidade de saúde que as meninas viram a luz pela primeira vez; já o falecimento, não foi detalhado a sua hora exata. Segundo à informação, às duas meninas já tinham um caso bem grave de saúde, independe do sucesso da cirurgia.

Sendo assim, de acordo com o estado de saúde de ambas; elas teriam a obrigação de passar pela cirurgia antes de um mês. As gêmeas se encontravam bem, até que na última quarta-feira, os profissionais de saúde detectaram um gráfico de enterocolite necrosante, que seria um problema grave no intestino.

Com a cirurgia adiada para os próximos dias, não teria mais nenhuma outra solução do que separá-las; pois podiam ter complicações logo mais e ambas crianças poderiam vir à óbito. Detalhando sobre a única gêmea que resistiu à operação, os profissionais afirmaram que a menina está bem.

Escrito por Redator Seguindo News

Escrevo sobre os mais diversos temas. Prezo pela parceria com os publishers. Os divulgadores que precisam de matérias específicas podem solicitar.