Unicórnio? Cachorro com rabo extra na testa é resgatado nos EUA

Filhote de 10 meses chama a atenção da internet por ter "charme" no rosto.

As lendas que existem são maravilhosas e deixam as crianças extasiadas em todas as partes do planeta, entretanto, chega um momento em que sabemos que não existe Papai Noel, Coelho da Páscoa e outros seres incríveis.

A vida trata de nos surpreender o tempo todos e nos mostrar que não é bem assim! O que aconteceria se você ficasse frente a frente com um unicórnio?

A história desse cachorrinho, que o mundo está chamando de unicórnio é pra lá de linda! Ele foi abandonado num clima terrível. O frio estava cortante e ele, filhotinho, tremia todo enquanto aguardava seu destino.

Um pessoal da a ONG americana Mac Mission, um centro de proteção de animais no Missouri, nos Estados Unidos, foi resgatá-lo e encontraram o cachorrinho com as patas todas machucadas, juntamente com outro pequeno companheirinho.

Para surpresa de todos, o cachorrinho tinha um “chifrinho” no meio da testa. Alguns chamaram de “rabinho”… de qualquer forma, Narwhal como começou a ser chamado por todos, se tornou um fenômeno na internet! Todos acharam fofo demais aquela coisinha pequeninha, com o chifrinho fazendo a diferença dele e de todos os outros de sua espécie.

Famoso

Se você achou fofo, saiba que, como você, milhares de pessoas acharam o mesmo e curtiram e compartilharam a imagem do pequeno no Facebook.

The million dollar question about Narwhals extra tail on his face. Is it connected and does it wag? The extra tail is…

Posted by Mac the pitbull on Tuesday, November 12, 2019

 

O cãozinho foi devidamente examinado e teve raio-X tirado para terem certeza de que o sinalzinho na testa não iria prejudicá-lo mais pra frente e concluíram que o “chifrinho” não tem ligação ou interferência com nenhum órgão interno e não tem nenhum osso. Ou seja, a única função da “anomalia” é enfeitar e chamar a atenção.

A atenção está totalmente voltada para o cãozinho e muitas pessoa anseiam por adotá-lo, mas os veterinários preferem que ele cresça mais um pouco antes de ir para a casa de alguma família de sorte.

“Queremos nos certificarmos de que o rabo não será um problema”, completou na publicação.

E você? Também gostaria de ter esse cãozinho na sua casa?

Escrito por Telma Myrbach

Colunista de notícias e fatos sobre famosos, entretenimento e o que se relaciona à mulher e seus direitos e deveres, bem como maternidade